hostgator coupon 75 off
FMI projecta um crescimento económico de 4,7%para 2019
Abertura Oficial do Congresso Internacional sobre a Cultura e Turismo
O emprego que queremos. Inovação Social em Moçambique
Jornada "O emprego que queremos. Inovação Social em Moçambique"
Entrega de certificados do curso de Liderança em Comunicação Estratégica para a Saúde
Quarta edição da “Exposição sobre a Biodiversidade Itinerante: A Cultura da Conservação e o Desenvolvimento Sustentável”
Caravana Jurídica, que consistiu na assistência jurídica e psicológica gratuita...
Total Moçambique financia bolsa de estudos aos estudantes do Programa REPTO-IMEP
Homenagem ao primeiro Reitor da Universidade Politécnica Prof. Doutor Lourenço do Rosário
O Programa de Reforma do Ensino Técnico-Profissional no Instituto Médio Politécnico (REPTO-IMEP) da FUNDE-Fundação Universitária para o Desenvolvimento da Educação, vai formar, durante três anos, um total de 744 técnicos médios.
FUNDE PARTICIPA NA EXPOSIÇÃO/FEIRA SOBRE A BIODIVERSIDADE
Arrancaram as aulas do Programa de Reforma do Ensino Técnico-Profissional no Instituto Médio Politécnico
Feira de assistência jurídica e atendimento psicológico
Apresentação Institucional - Funde
Joaquim Chissano
Antigo Presidente da República, fala sobre a FUNDE
Magid Ossman
Empresário, fala sobre a FUNDE.
Foto de família com os participantes do seminário sobre bancarização.
Seminário sobre Jornalismo Universitário - Linguagem como Factor Identitário.
Apresentação de uma peça teatral durante a cerimónia de encerramento do ano lectivo na Escola Primária 25 de Junho.

Universidade Politecnica 

 

fotosocials

Fundação Universitária para o Desenvolvimento da Educação

Sobre

ponto A FUNDE é uma entidade de utilidade pública, sem fins lucrativos e surgiu por despacho do Conselho de Ministros, em sessão ordinária no dia 18 de Setembro de 2012.

   A Funde tem como objectivo geral a promoção de acções e actividades sociais, tais como:

.Educação e capacitação não formal em áreas específicas e estratégicas para o desenvolvimento das comunidades do País;

.Relacionamento com a comunidade;

.Formação e capacitação técnico-profissional;

.Actuação nos domínios artístico, cultural e desportivo.

___________________________________

  • .Promoção do ser humano nas suas dimensões física, intelectual, científica e económico-social;
  • .Contribuição para a elevação das capacidades individuais e das comunidades;
  • .Promoção do espírito de empreendedorismo no seio das comunidades;
  • .Intervenção, planeamento e execução de estratégias de desenvolvimento;
  • .Cooperação com entidades do Estado, privadas e da sociedade civil, em tudo o que se relacionar com o seu fim.
  • ____________________________________________________

Palestra subordinada ao tema Limites

IMG 0036 IMG 0069 IMG 0001 IMG 0038

O Gabinete de Atendimento Psicológico (GAP), adstrito à Universidade Politécnica, organizou, na segunda-feira, 6 de Agosto, uma palestra dirigida aos alunos da Escola Secundária das Acácias (ESDA), durante a qual foram abordadas questões ligadas às regras de convivência, tais como o respeito ao próximo, os cuidados a ter na escola, entre outras.

Subordinada ao tema “Limites”, a palestra surge da necessidade de ensinar aos alunos a saber conviver com as diferenças na vida (na família, na escola, etc) e, acima de tudo, a respeitá-las.

De acordo com a Dra. Andreia Simões, psicóloga do GAP, mais do que ensinar os estudantes a conviver com as diferenças, a iniciativa visa evitar que os actos de intolerância atinjam níveis incontroláveis.

“Temos verificado que os alunos se queixam de bullying, provocam-se entre eles, proferem palavras que ferem a susceptibilidade, e, às vezes, quando contam aos pais estes simplesmente dizem para eles ignorarem ou que se trata de algo que vai passar”, relatou Andreia Simões.

“Os pais podem dizer isso talvez por o bullying ser algo que não faz parte do seu quotidiano”, acrescentou a psicóloga, que deixou um alerta: estas situações afectam, e muito, a vida dos alunos, que podem ficar agressivos, ter problemas para se relacionar com os colegas ou dificuldades de concentração, não respeitar os professores, entre outros.

“Ao longo da nossa vida vamos encontrar pessoas diferentes, com pensamentos diferentes, características e opiniões diferentes das nossas. O que devemos fazer é acolher e respeitar essas diferenças”, apelou Andreia Simões.  

Káren Lourenço, de 13 anos de idade, é estudante da oitava classe na ESDA e disse ter aprendido bastante na palestra organizada pelo Gabinete de Atendimento Psicológico, sobretudo no que diz respeito ao amor ao próximo.

“Não devemos julgar as pessoas porque não sabemos, por exemplo, o que acontece no seu dia-a-dia ou se sofrem de algum problema. Todos somos seres humanos, devendo, por isso, ter sentimentos. Tudo o que fazemos deve ter limites”, considerou Káren Lourenço. 

Funde logoFUNDE - Fundação Universitária para o Desenvolvimento da Educação 

Entidade de utilidade pública, sem fins lucrativos.

f m y s

    © 2017 Funde  |  Todos os direitos reservados | Desenvolvido porArtur Delfim A.Pedro

Please publish modules in offcanvas position.